O açaí da Bapka acaba de ser lançado e já está nas lojas! O produto era muito esperado pelos clientes. Eles agora podem consumi-lo no bufê por quilo ou em potes de 250 ml ou de um litro. Agora sim: açaí em Curitiba, é na Bapka.

O lançamento foi em 1° de Maio de 2018, durante a comemoração do Dia do Trabalho e do aniversário do fundador da Bapka, Luiz Varela. E os convidados adoraram a novidade. “Todo o processo de desenvolvimento desse produto, que agradou todos os presentes, demorou mais de um ano para ser concluído” — contou Varela.

O consumidor pediu, a Bapka fez!

Tudo começou com estudos que mostraram o interesse crescente dos brasileiros  pelo açaí. Só em 2016, a produção dessa frutinha — de uma palmeira típica do norte brasileiro — cresceu 25%. No ano passado, o volume de negócios aumentou 12,4%. E por aqui? Açaí em Curitiba é cada vez mais apreciado!

Foi com essa percepção que a Bapka começou a desenvolver o projeto para a produção e comercialização do açaí da Bapka.

A primeira parte foi a pesquisa que revelou as características do produto a ser desenvolvido.  Qual sabor ele teria? Qual a textura? Como seria servido? Responder a essas perguntas era visualizar como o açaí da Bapka seria. Alguns pontos foram destacados:

1. Ele deveria atender a preferência do público consumidor;

2. Deveria ser de fácil manuseio para os lojistas;

3. Estar pronto para o consumo.

E assim chegamos à fórmula perfeita: açaí “boleável”, no ponto certo para fazer bolas como as de sorvete. Ou seja: ao gosto do consumidor e prático para o manuseio nas lojas padrão Bapka.

Muitos testes: foi assim que nasceu o melhor açaí em Curitiba!

Para o açaí da Bapka chegar ao mercado, uma planta foi montada para a fabricação do produto. Logo que a produção começou, amostras foram enviadas às lojas padrão Bapka. Os lojistas apresentaram o produto ao público, que pode dar sua opinião.

As sugestões dos consumidores foram levadas ao químico responsável pelo desenvolvimento do produto. Assim foram feitas avaliações e ajustes finais para adaptar o açaí ao paladar curitibano. “A acidez do produto foi corrigida, além de outros detalhes. Fizemos mais alguns testes para chegar à forma que o produto tem hoje” — conta o engenheiro químico da Bapka, Marcos Chmiluk.

Esse é um diferencial do açaí da Bapka. “Ele está pronto para o consumo e é “boleável”. Você pode pegar aquela boleadeira de tirar sorvete e passar na massa do açaí que ela vai estar boleável. Só que ele não é um sorvete, porque ele não tem gorduras, não tem leite. Ele é açaí. O sabor foi estudado para que realçasse o guaraná sem perder as propriedades do açaí. Como não contém leite e nem glúten, pode ser consumido por celíacos e pessoas com intolerância a lactose”, afirma Chmiluk.

É da Bapka, é do consumidor.

Todo o processo para lançar o açaí em Curitiba durou mais de um ano. “O interessante é que houve participação dos lojistas da Bapka e do consumidor. Nós fomos escutar o nosso público. A gente queria fazer um produto para ele. Trabalhamos em equipe e chegamos a um produto muito bom”, afirma Luiz Carlos Varela, presidente da Bapka.

É por isso que açaí em Curitiba é Bapka. E açaí da Bapka é açaí do consumidor. Feito para ele, com preço acessível. “Essa demanda toda por açaí, que vimos em nossas pesquisas iniciais do projeto, vai gerar benefícios para todo mundo: os fãs da marca Bapka terão um açaí de qualidade, e os lojistas terão bons preços” — completa Varela.

A novidade chega ao mercado custando R$ 6,80 o pote de 250 ml, e R$ 19,90 o de um litro. E você que está lendo esse post, vá até uma de nossas lojas e leve a criançada. Essa nova delícia da Bapka já está te esperando. Vai lá!!